segunda-feira, janeiro 01, 2007

Passagem de ano no fim do Mundo...

São 3:49... vieram cá os amigos dos meus pais, o tipo dos CTT, o Tó Mané, a mulher e os dois filhos, o padre Zé António (sem quaisquer convicções pelo meio, pelo contrário!) e depois neste momento, para além dos meus pais já estarem a dormir só sobramos eu, e os casais. A minha irmã Rita, o "paizinho" (Nuno, o namorado da minha irmã), a Cláudia e o Alex, a João e o Filipe. O pessoal, especialmente o departamento feminino já está bastante alterado... pode-se mesmo dizer bastante sarda. Para além dos jogos improvisados de cartas com vista única e exclusivamente ao shot caso perdêssemos já se esgotaram e agora só sobraram as "mãozinhas". Os "homens" tinham ido todos ao sino e quando chegaram começaram com as suas manias associadas a Playstations e coisas do género... enfim... muitos casais... pegas na certa! Acabaram enbufadas elas e o álcool não ajuda... enfim, eu estou já bastante tocada, vim espreitar o Arrumário e ver novidades e acabo por deixar o registo... o pessoal foi todo lá para baixo, não sei se discutir se mesmo para a cama. Elas ficaram chateadas com a consola.
As notícias de fora não eram as melhores e deixaram-me triste... fiquei em baixo... estou com demasiadas saudades também de algumas emoções a que me habituei nos últimos tempos... Mas o mal estar de outros não pode ser superado pela minha golfada de ar fresco - e como eu precisava de respirar àvontade...

Esta passagem de ano está complicada. Eu era para já estar na cama desde a meia-noite. As novas não me davam grande vontade de manter a festa mas mesmo assim a Rita insistiu... "pelos velhos tempos na noite do Porto" - que saudades... - aqui no fim do mundo estar com gente bonita e diferente é deveras uma extravagância, tinha saudades. Acabei por ceder e entrar nos jogos. Para quê? ver estas discussões de casais que a nada levam? enfim, estou a ver que as minhas dúvidas e senões apenas se acertam.. sou demasiado descontraída para pensar em coisices destas. Quero demasiado gozar a vida e os grandes amigos...

Para todos que partilham o amor pela vida e pela felicidade deixo apenas o desejo de um excelente 2007 cheio de emoção pois o que seria a vida sem ela.

1 comentário:

Marcio Parente disse...

Meu amor, as dores fisicas ja estam a passar, as saudades nao.

2006 ja acabou, 2007 esta a começar e eu continuo a pensar em ti.

Mas o mais importante é que sejas feliz.


Esperando por ti,
Marcio Parente
"O problema nao é amar-te, é amar-te muito."